quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Associação Prato Cheio

Pessoal, fiquei sabendo de uma ONG super-interessante que é a Associação Prato Cheio -uma Organização Sem fins Lucrativos e possui a qualificação de OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público). A Associação Prato Cheio tem o objetivo de combater o desperdício de alimentos e a insegurança alimentar.
Desde 2001 a Associação Prato Cheio trabalha em conjunto com doadores, parceiros, voluntários para reduzir o desperdício de alimentos, minimizar os efeitos da fome e melhorar os hábitos nutricionais das populações assistidas.
Atualmente, arrecadam a cada semana, mais de 03 toneladas de alimentos que beneficia cerca de 9000 pessoas em mais de que 50 instituições diferentes.
Seus compromissos básicos são:

· Promover a conscientização sobre o desperdício de alimentos na Grande São Paulo.
· Identificar locais de desperdício no ciclo inteiro (indústrias, transporte, comércio e colheita).
· Coordenar um sistema de arrecadações e redistribuições de alimentos resgatados.
· Oferecer cursos de culinária que ensinam como manipular os alimentos higienicamente e melhor utilizar os alimentos para preservar seus valores nutricionais.
· Avaliar nutricionalmente as crianças de instituições sociais.
· Terceirizar a arrecadação para que as instituições sociais se tornem auto sustentáveis.

Entrem em seu site:http://www.pratocheio.org.br

1 comentários:

Juliana disse...

O desperdício de alimentos no Brasil é escandaloso: aproximadamente 14 milhões de toneladas de alimentos por ano vão para o lixo. Frutas, hortaliças e produtos industrializados são danificados e descartados, apesar de ainda estarem próprios para consumo. Estima-se que o volume de alimentos desperdiçados seja suficiente para alimentar 30 milhões de pessoas.
Mas o combate ao desperdício de alimentos já é realidade em várias cidades do Brasil . Nas centrais de abastecimento e redes atacadistas, surgem projetos de triagem do material descartado. O que ainda é próprio para consumo humano é doado para asilos, creches e orfanatos onde se transforma em pratos saborosos e nutritivos. E o alimento impróprio para consumo humano deixa de ir para o lixo para se transformar em adubo orgânico - reduzindo a concentração de resíduos nos aterros e vazadouros de lixo, gerando renda e emprego.
Adorei a matéria publicada sobre a associação prato cheio e com certeza divulgarei para muitas pessoas sobre ela!

18 de novembro de 2009 23:56

Postar um comentário